Nossa História

No final do ano de1985, um grupo numeroso de irmãos da Igreja Presbiteriana de Santo André, tomou a decisão de iniciar um novo trabalho, e pediu para o Reverendo Oscar Chaves, para liderar esse trabalho. O grupo foi acolhido pela Igreja Presbiteriana de Diadema, do Presbitério São Caetano do Sul, pastoreada pelo Reverendo Ludgero Machado de Moraes, acolheu os irmãos, que passou a ser congregação dessa Igreja irmã. Reverendo Oscar Chaves foi encarregado de cuidar desse rebanho.
Uma casa foi alugada no Bairro Assunção, na Rua Agenor de Camargo, número 372, esquina com a Rua Cel. Ortiz. As instalações foram adaptadas para receber o novo trabalho.
A “casa”, como era carinhosamente chamada, foi oficialmente inaugurada no dia 26 de janeiro de1986. Na manhã desse dia, cerca de 170 pessoas estavam reunidas para esse memorável momento. Além do Reverendo Oscar mais dois pastores estavam presentes: Reverendo Yen Machado e Reverendo Leocárdio Carpiné. Reverendo Oscar fez uma mensagem baseada em 1ª Coríntios 16.1-9. Um grupo de irmãs cantou o hino “Que doce voz tem meu Senhor”. Um coral foi formado e sob a regência da irmã Jandira Schimiela, cantou o hino “Vigiai e sempre orai ó crentes”.
Esse trabalho, apesar de novo, contava com um número grande de líderes; por isso, não teve dificuldade para se organizar e iniciar os cultos, bem como a Escola Dominical. Logo foi organizado o coral e todas as Sociedades Internas.

Outros irmãos juntaram-se ao grupo pioneiro. Por este motivo a Congregação logo teve estrutura financeira e líderes para atuar nas diversas áreas da Congregação, com esta boa estrutura eclesiástica o Presbitério resolveu organizar a Congregação em Igreja no dia 15 de novembro de 1986. Foi um dia de muita alegria no Senhor. Vários pastores do Presbitério se fizeram presentes. Entre eles destacamos a presença do Reverendo Dercy de Lima, que presidiu a reunião, Reverendo Davi Cestavo e o Reverendo Ludgero Machado de Moraes, que formavam a comissão nomeada pelo Presbitério São Caetano do Sul.
Para o Conselho da Igreja foram eleitos os seguintes: Adélio Póvoa, Flávio de Campos Chaves, João Antunes, Natanael Soares Firmino e Norberto Ferraz; Para a Junta Diaconal foram eleitos os seguintes: Jacinto Venâncio Soares, Laércio Horácio, Onofre Assunção da Cruz e Sérgio de Oliveira. O Reverendo Dercy ficou responsável por presidir os atos oficiais da Igreja e o Reverendo Oscar ficou encarregado dos atos pastorais.
Na assembleia de abril de 1989, a Igreja passou a se chamar Igreja Presbiteriana Maranata. O nome foi uma homenagem ao Reverendo Oscar, pois a tônica da maioria de seus sermões e estudos sempre convergia para a volta de Cristo.
O Reverendo Luciano Breder de Almeida, que era missionário da JMN no Norte do país, é eleito o primeiro pastor da Igreja Presbiteriana Maranata. Ele e sua esposa Dorcas foram de grande valia nesse período de adaptação.
Com o tempo, o local para a realização dos Cultos, Escola Bíblica Dominical e outras reuniões, tornou-se pequeno. Era necessário encontrar outro local.
Um terreno com uma pequena casa construída, localizado na Rua Tiradentes, 205, Vila Dora, foi comprado em 1988. No dia 8 de abril de 1989 acontece a solenidade de lançamento da pedra fundamental do templo. Aos poucos o edifício foi sendo erguido, bem como suas dependências, até se tornar no que é hoje.
Pastorearam a Igreja desde o seu início: Luciano Breder, Paulo Pinto Alexandre, Geraldo Silveira Filho, Mauro Aielo, Altamiro de Almeida, Otoniel Mariano Garcia. Como pastores auxiliares, colaborando com a Igreja: Paulo Edson Petreca, Maurivan Galdino, Orlando Silveira Damico, Amândio Pereira da Silva.

A Igreja Presbiteriana Maranata, fiel aos princípios bíblicos e reformados tem sido referência no âmbito do Presbitério Santo André e no Sínodo Grande ABC, servindo com fidelidade ao Senhor da Igreja, Jesus Cristo. A Ele toda a Honra e toda a Glória.
Convidamos você e sua família para nos visitar e nos conhecer, será um prazer recebê-lo e louvarmos a Deus juntos.

(Dados desse histórico foram compilados por Eunice Souza da Silva, além de um texto escrito por Flávio de Campos Chaves).

--------------------------------------------------------------------------------------------
Atenção os cultos estão sendo inteiramente online, você poderá assistir no nosso canal do YouTube.
--------------------------------------------------------------------------------------------

X
Rolar para cima